Como é o tratamento do alcoolismo?

0

Infelizmente, ainda existe muito preconceito com relação às pessoas que sofrem com o alcoolismo. Elas são tratadas como marginais, preguiçosas, desocupadas, entre outras coisas negativas e injustas.

A verdade é que as pessoas alcoólicas sofrem de uma doença séria, por isso merecem respeito e tratamento como qualquer outro indivíduo que sofra com problemas de saúde.

Para elucidar melhor sobre essa questão, preparamos este texto com algumas informações relevantes sobre o alcoolismo. Então, continue lendo para aprender mais e deixar o preconceito de lado!

O que é alcoolismo?

O alcoolismo é considerado uma doença pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Ele é caracterizado pela dependência às substâncias alcoólicas. A pessoa alcoólatra utiliza de forma impulsiva, contínua e descontrolada o álcool.

Todo esse consumo pode gerar resultados extremamentes complicados ao organismo, como a falência de órgãos, o desenvolvimento de câncer, a cirrose, entre outros prejuízos. Além disso, as suas relações pessoais e profissionais também são desgastadas.

Quais são os sintomas do alcoolismo?

Como qualquer doença, o alcoolismo também possui sintomas bem definidos. É importante ter uma noção de quais são para poder identificar nas pessoas ao seu redor e saber quando elas estão precisando de ajuda. Veja quais são os principais sintomas:

  • Compulsão alcoólica, ou seja, a necessidade constante de beber álcool;
  • Abstinência física, caracterizada por suor, tremores, náuseas, irritabilidade e ansiedade. Ocorre quando a pessoa fica sem beber por algum tempo;
  • Falta de tolerância alcoólica, ou seja, a pessoa precisa consumir cada vez mais altas doses de álcool para obter os efeitos que deseja, pois seu corpo já está acostumado com a substância;
  • Impossibilidade de parar quando começa a beber, não existem mais limites de ingestão alcoólica até que a pessoa passe mal ou desmaie.

Existe cura? Como é o tratamento do alcoolismo?

Ainda não existe qualquer tipo de cura para o alcoolismo. No entanto, a pessoa alcoólatra pode muito bem viver normalmente e feliz se fizer os tratamentos corretos.

Para muitas dessas pessoas, pedir ajuda e reconhecer o vício são coisas extremamente difíceis. Elas podem não compreender a doença ou achar que estão bem e estão sofrendo perseguição dos outros ao seu redor.

É essencial que haja um apoio dos amigos e da família, para que eles se sintam seguros e entendam a gravidade da situação. Conversar, exercer a tolerância, explicar e estar por perto são atitudes fundamentais para auxiliar a pessoa a fazer o tratamento.      

Quanto mais cedo procurar um tratamento, melhor. Dessa forma, as consequências físicas não se acumulam e não se tornam irreversíveis.

A melhor coisa é procurar um médico, seja em uma clínica médica ou em um centro de reabilitação. Apenas eles poderão receitar os medicamentos para ajudar na desintoxicação (retirar todos os resquícios de álcool da pessoa).

É importante também ter acompanhamento psicológico (terapia individual e/ou em grupo) para que as causas e razões para beber sejam identificadas e discutidas. Vale a pena também recorrer às comunidades de apoio, como os Alcoólicos Anônimos (AA).

 

Você conhece alguém que está nessa situação? Está passando por isso você mesmo? Acredite, você pode viver bem e contente sem o álcool. Procure um médico e veja as opções de tratamento mais indicadas para você!

 

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui