Qual a diferença de um Hospital Dia para uma clínica de reabilitação?

0

Devido às pressões cotidianas, hoje, muitas pessoas acabam recorrendo ao abuso de álcool e de drogas para satisfazerem suas ansiedades e desejos, vivendo de maneira bastante impulsiva.
Com isso, a dependência química acabou se tornando um dos grandes problemas de nosso tempo, causando a devastação de inúmeros núcleos familiares.
Ao pensarmos no tratamento de dependentes químicos, logo pensamos nas tradicionais clínicas de reabilitação, porém o que é desconhecido das pessoas em geral é uma outra modalidade de atendimento médico para esses pacientes: o Hospital Dia.

O que é o Hospital Dia?

O Hospital Dia é um tipo de atendimento médico focado em pacientes que necessitam permanecer sob supervisão médica por menos tempo, por no máximo 12 horas. Um dos grandes benefícios de seu modo de funcionamento é a redução de custos para o paciente.
Assim como as clínicas de reabilitação, esses hospitais também se aplicam a pacientes psiquiátricos que estão em fase de reintegração ao convívio social.
Nesta modalidade de atendimento intensivo, a pessoa é acolhida na unidade hospitalar durante um determinado período do dia e passa o restante deste com sua família. Ou seja, o paciente fica por algumas horas e volta para casa ao fim do dia.
O Hospital Dia conta com uma equipe multidisciplinar composta por especialistas de diversas áreas de saúde, focando no bem-estar dos pacientes que ali convivem.
Além disso, há também uma atenção especial para os familiares dos pacientes que ali convivem, para que exista uma troca de experiências com outros entes queridos que vivenciam o mesmo problema.

E quais as diferenças para as clínicas de reabilitação?

Levando em consideração que nenhum paciente gosta de passar muito tempo em uma unidade hospitalar, o Hospital Dia faz exatamente a função de tornar mais agradável essa experiência tão traumática para o interno e sua família.
O contato com os familiares também costuma ser maior no Hospital Dia, se comparado às clínicas de reabilitação. Essa interação faz-se de extrema importância no tratamento do paciente, promovendo uma recuperação mais bem-sucedida.
Em uma clínica de reabilitação, a internação se faz necessária. O paciente passa mais dias na clínica sob supervisão médica, sem poder sair, tendo menos contato com o mundo. O tempo de internação em uma clínica desse tipo costuma ser de meses. Tudo depende do que está sendo tratado.
Outra importante diferença é o fato de que na clínica de reabilitação pode existir a internação involuntária, que é quando os familiares decidem internar um paciente contra a sua vontade, em casos nos quais ele representa um risco para si mesmo e para os outros a sua volta. Vale lembrar que tal prática é permitida por lei.

Achou o Hospital Dia interessante? Quer saber mais sobre seu funcionamento? A Clínica PRISMA possui essa modalidade de tratamento e está de braços abertos para tirar todas as suas dúvidas. Não deixe de entrar em contato conosco!

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui