Perda de volume do hipocampo devido a uso pesado de álcool

0

Os efeitos do uso pesado de álcool sobre o cérebro e demais órgãos do humano são alvo de diversos estudos. Entretanto, a ação dessa substância em particular no hipocampo (estrutura cerebral que desempenha importante papel na memória) é tema de divergência entre os cientistas.

Dessa maneira, um grupo de especialistas americanos conduziu estudos por meio de técnicas de neuroimagem a fim de avaliar esse impacto. Ao todo 16 indivíduos foram examinados e divididos em 2 grupos: grupo de dependentes de álcool (grupo DA) (n=8) e grupo de não dependentes de álcool (grupo NDA) (n=8), com média de idade para ambos os grupos de aproximadamente 47 anos.

O grupo DA foi caracterizado pelos seguintes critérios: uso pesado crônico de álcool (5 ou mais doses diárias por ao menos 3 dias semanais e 3 semanas por mês por 9 meses); uso pesado recente (5 ou mais doses diárias ao menos 3 dias semanais nos 30 dias que antecederam a entrevista) e dependência de álcool pelo DSM-IV. O grupo NDA, por sua vez, foi construído a partir dos seguintes critérios: <2 doses diárias por não mais de 3 dias por semana, 4 semanas por mês durante 9 meses do ano que antecedeu a entrevista; ingestão de menos de 2 doses diárias não mais de 3 dias semanais pelos últimos 30 dias e não preenchimento dos critérios de dependência de álcool pelo DSM IV.

Os autores constataram que o volume médio do hipocampo e o volume esquerdo dessa estrutura apresentaram de maneira significativa um volume menor no grupo DA do que no grupo NDA. Ademais, essas reduções de volume se mostraram independentes do volume intracranial e total do cérebro. Por fim, os autores sugerem a realização de estudos com amostras maiores a fim de dimensionar de maneira mais clara os impactos do uso pesado de álcool no hipocampo.

Fonte: http://www.cisa.org.br/artigo/332/perda-volume-hipocampo-devido-uso-pesado.php

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui