Crianças que não saem mais do tablet e celular: o que fazer?

0

O uso de smartphones, tablets e outros dispositivos tem se tornado cada vez mais popular entre as crianças. Um estudo realizado ano passado pela ONG Common Sense Media revelou os níveis assustadores a que este uso está chegando.

Segundo a pesquisa, das 15 horas que crianças de 8 a 12 anos passam acordadas, 9 são gastas em frente a uma tela com acesso à internet. E isso não é nem pouco saudável para os pequenos.

Enquanto navegam pelo mundo virtual, eles estão perdendo algo imprescindível para o seu desenvolvimento: o contato social.

Na maioria dos casos, até o relacionamento com a própria família é prejudicado e a criança se vê cada vez mais presa a este universo, rejeitando o mundo real e as suas dificuldades e obstáculos tão importantes para o seu crescimento.

Os pais, ao perceberem essa situação em casa, ficam cada vez mais preocupados e sem saber o que fazer ou a quem recorrer. Para ajudá-los, trouxemos abaixo 3 ótimas dicas para lidar melhor com a relação criança/tecnologia.

 

  1. Estabeleça limites

O primeiro passo a ser dado para melhorar a relação das crianças com a tecnologia é estabelecer limites. O uso do celular durante as refeições, por exemplo, deve ser estritamente proibido.

O mesmo vale para episódios de confraternização em família, passeios, momentos de lazer com os colegas e quaisquer outras situações que sejam relevantes para o desenvolvimento do pequeno, pois é importante ter em mente que a criança precisa ter outras alternativas de entretenimento.

Com isso, ela começa a perceber que também existe muita coisa capaz de lhe proporcionar prazer fora da internet.

 

  1. Tome o controle

Essa é, com certeza, a atitude mais difícil de ser tomada pelos pais. Mas o adulto precisa entender que ele é responsável pelo desenvolvimento da criança e a tomada de controle é para o próprio bem dela.

Então, se o pequeno veio para a mesa com o celular, não tenha medo de pedir para que ele guarde. Na hora dos estudos e na hora de dormir, a mesma coisa deve ser feita.

No início, a resistência pode ser grande, mas, com o tempo, a criança entende que é o adulto quem está no controle e que ela deve obedecer. Caso ache necessário, você pode deixar a criança sem celular durante um tempo.

 

  1. Dê o exemplo

A criança não vai entender que ficar o dia inteiro no celular não é algo saudável se em casa ela vê seus pais o tempo todo grudados em seus aparelhos. Ela não vai ficar sem usar o celular à mesa se todo mundo a sua volta o está usando.

Por isso, é imprescindível que ela veja nos demais um exemplo dos hábitos saudáveis que ela precisa desenvolver. Então, deixe as desculpas de lado e demonstre ao pequeno quais atitudes ele deve tomar.

Agindo assim e com um pouco de tempo e paciência, a criança vai começar a entender que o mundo real é muito mais gostoso de se viver do que o mundo virtual. E, se achar necessário, não hesite em procurar ajuda profissional, pois este é um problema que precisa ser resolvido!

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui