O que é ser Hipomaníaco e como isso pode interferir nos negócios

0

Você já tinha ouvido falar na palavra hipomaníaco ou hipomania? Provavelmente, já conhece o termo “mania”, certo? Eles não são exatamente a mesma coisa, apesar de algumas semelhanças. É importante saber distingui-los.

Pode ser que você conheça um hipomaníaco e nem imagine. Ou pode ser que você mesmo esteja sofrendo com isso sem saber. De qualquer forma, leia este texto até o final para entender o que é ser hipomaníaco e ainda como isso pode interferir nos negócios.

 

O que é a hipomania?

Antes de explicarmos o que é a hipomania, é importante deixar claro o que é a mania.

A mania é conhecida como uma das fases do Transtorno Bipolar. Ela tem como características principais: a euforia intensa, a impulsividade, a energia descontrolada, agitação contínua, apetite sexual desregulado, agressividade, entre outras.

Por outro lado, podemos dizer que a hipomania é um tipo de distúrbio mais leve da mania. Seus sintomas podem ser parecidos (energia em excesso, impulsividade, impaciência, etc.), mas eles aparecem em níveis menores.

Quem sofre com o Transtorno Bipolar tem seu humor bruscamente alterado entre períodos de depressão, mania ou hipomania. Quando a bipolaridade alterna crises depressivas e maníacas, ela é chamada de Transtorno Bipolar 1 e quanto varia entre depressão e hipomania é conhecida por Transtorno Bipolar 2.

Mesmo assim, só porque uma pessoa é hipomaníaca não significa que ela seja bipolar. Por isso é importante procurar um psiquiatra para que ele te oriente sobre o seu caso em específico.

 

Quais são os principais sintomas da hipomania?

Como já mencionamos, os sintomas da hipomania são semelhantes aos da mania, só que em uma intensidade menor. Veja a seguir quais são:

  • Dificuldade de concentração;
  • Vontade incontrolável de falar sem parar;
  • Pouco sono (3 horas sendo o suficiente);
  • Pensamentos confusos;
  • Energia excessiva para qualquer coisinha;
  • Impulsividade;
  • Muita agitação;
  • Desinibição;

Cada episódio de hipomania costuma durar por volta de 1 semana. Apesar de não afetar tanto as relações profissionais e pessoais quanto a mania, a hipomania pode causar problemas no trabalho com relação às decisões precipitadas e aos investimentos arriscados.

Por se sentir mais otimista, livre e acima de tudo, o hipomaníaco é capaz de tomar atitudes que não tomaria se estivesse em seu estado mental normal. Ele pode faltar com respeito ao chefe, optar por soluções radicais, gastar dinheiro que não devia, entre outras coisas.

 

Como tratar a hipomania?

A psiquiatria e a psicologia andam de mãos dadas no que diz respeito ao tratamento para pessoas hipomaníacas ou bipolares.

Enquanto o psiquiatra pode receitar medicamentos que ajudem a aliviar os sintomas, o psicólogo busca compreender a fonte dessas emoções e a melhor forma de lidar com elas.

O ideal é ter consulta com os dois profissionais. Esses distúrbios podem não ter uma cura exata, mas certamente é possível viver, trabalhar e ter relações pessoais saudáveis mesmo com eles. Tudo depende da ajuda que você decidir buscar.

 

Viu como às vezes nós passamos por situações causadas por algo mais complexo do que a gente imaginou? Mostre este texto para seus conhecidos que irão se beneficiar com o conteúdo e entender mais essa condição.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui