Problemas por falta de desafios- filhos de ricos

0

Para que uma criança possa crescer saudável, diversos fatores estão envolvidos: amor, carinho, cuidado, alimentação balanceada, disciplina, diversão, entre outros.  A presença de desafios também é importante para o seu bom desenvolvimento.
Hoje, falaremos um pouco dos problemas que uma criança pode adquirir pela falta desses desafios, sobretudo se a família tem boas condições financeiras. O post também abordará formas de incluir desafios saudáveis na rotina dos pequenos para contribuir de maneira positiva com o seu crescimento.

Como a falta de desafios afeta o desenvolvimento das crianças?

Os desafios são muito importantes para o desenvolvimento infantil. É a partir deles que a criança testa seus limites e se desenvolve física, mental e psicologicamente.
Basta observar as crianças menores, para as quais engatinhar era um desafio e aos poucos se concretizou. O mesmo se deu com andar, falar, aprender a ler, etc.
Assim, os obstáculos movem as pessoas, tirando-as da sua zona de conforto, fazendo com que progridam, aprendam coisas novas e ampliem sua visão de mundo.
Tais desafios variam muito ao longo da vida de acordo com diversos fatores e a classe social é um deles. É comum que aqueles que tenham melhores condições tenham acesso a mais tecnologia, o nem sempre é positivo.
Os brinquedos tecnológicos, por exemplo, podem estimular menos o potencial criativo e fazer com que o pequeno desenvolva a ideia de que tudo é adquirido sem grandes esforços, o que na vida real pode ser bem diferente e mais complicado.

Como os desafios podem ajudar seu filho?

É muito natural que os pais queiram poupar ao máximo os seus filhos, livrando-os das frustrações e dissabores cotidianos.
Afinal, quem não deseja impedir que sua cria se decepcione ou se sinta frustrada diante das adversidades, sobretudo quando se tem meios, inclusive os financeiros, para isso?
Porém não é assim que deve ser. Não é porque você pode pagar por muitos brinquedos que deve comprar uma fábrica deles para o seu pequeno. Se fizer isso, a criança perceberá que é fácil ter tudo o que deseja e não valorizará o que tem, ainda que você a encoraje a fazer o inverso.
Como tudo vem muito fácil, ela não precisa se esforçar para obter o que deseja. Isso pode ser bastante negativo ao longo de seu crescimento, gerando problemas sérios de conduta e de caráter. A solução para o problema é deixar que os desafios surjam e que seu filho os enfrente.
Ele quer um brinquedo? Insista que ele aguarde uma data conveniente (aniversário, Natal, Dia das crianças, etc.). Ele quebrou o celular novo que ganhou? Faça com que ele participe das tarefas cotidianas para que possa juntar dinheiro para a compra do novo aparelho.
O que ele precisa é da percepção de que tudo tem um preço. E de que os desafios são importantes para que ele chegue onde deseja e alcance seus objetivos. Dessa forma, valorizará mais o caminho percorrido para chegar à concretização do seu desejo e não apenas o resultado ou produto final.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui