Você sabe a diferença entre bipolar e boderline ou como lidar com quem possuí esses transtornos?

0

É comum as pessoas confundirem o transtorno bipolar com o transtorno de boderline. Apesar de possuírem algumas características em comum ou sintomas parecidos, são doenças diferentes.
O transtorno bipolar é um transtorno mental. Seus sintomas geralmente aparecem em fases e costumam durar algumas semanas. O transtorno de boderline, por sua vez, é um transtorno de personalidade tipo B. Suas oscilações de humor passam por estágios muito rápidos.
A pessoa bipolar pode ter momentos de estabilidade, ao contrário da com boderline, na qual os sintomas decorrentes do transtorno estão sempre presentes.
Continue lendo esse post e saiba como lidar com pessoas que apresentam esses transtornos e quais são as formas de tratamento.

 

Qual a melhor forma de lidar com um familiar meu que possui esses transtornos?

Não é fácil conviver com uma pessoa portadora desses problemas.  Separamos algumas dicas para te ajudar a lidar com elas. Confira!

  1. Conhecer a doença

Até que você saiba que a pessoa possui esses transtornos, a convivência entre vocês pode ser cheia de conflitos. Mas quando se recebe o diagnóstico, conhecer e pesquisar sobre o problema é o primeiro passo para manter relações saudáveis.
Ao conhecer como funciona cada transtorno, você saberá como lidar com as crises. Sendo assim, fica mais fácil ajudar ou pedir ajuda.

  1. Conheça seus limites e dê um tempo para si sempre que necessário

É importante conhecer e estabelecer seus próprios limites. Quando você os ultrapassa, isso pode lhe trazer sofrimento, afetando de forma negativa seu relacionamento com a pessoa. Sentimentos como o desânimo não são incomuns.
Mantenha sempre suas necessidades em mente. Não deixe que os transtornos te afetem e te adoeçam também. Pare um pouco, respire e cuide de si.

  1. Não julgue e não leve para o lado pessoal

Não julgue pessoa e tente não levar as atitudes dela em momentos de crise para o lado pessoal.
Para lidar com os portadores de ambos os transtornos, é necessário muito amor e paciência, além de coerência e discernimento para de fato ajudar e não piorar o quadro.

  1. Procurar ajuda médica e incentivar a tomar medicação

A ajuda e o acompanhamento de um psicólogo farão toda a diferença. Além de ajudar a você com suas emoções, um profissional saberá te dizer ao certo como lidar com seu familiar bipolar ou boderline.

Incentive-o a sempre tomar a medicação e realizar o tratamento corretamente, o que é fundamental para o ganho de qualidade de vida.

 

Como tratar transtorno bipolar e a síndrome de boderline?
O tratamento para esses transtornos é realizado através de psicoterapias e terapias, além de medicações para aliviar os sintomas.
Por serem transtornos diferentes, com causas distintas, o tratamento e os resultados também serão. Só uma avaliação com um especialista pode definir qual é a melhor conduta para cada caso, a qual trará melhores resultados.

Não deixe de procurar um especialista! Se tiver alguma dúvida, deixe-a nos comentários e em breve responderemos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui