Você sabe o que é ansiedade?

0

A véspera de uma prova, os minutos que antecedem uma apresentação ou a espera de uma notícia são situações que deixam qualquer um ansioso. Afinal, estar próximo de viver algo importante pode nos deixar um pouco angustiados.
Entretanto, as condições em que vivemos atualmente estão fazendo com que muitas pessoas fiquem ansiosas além do normal e desenvolvam transtornos sérios que atrapalham o seu dia a dia.
Saiba agora o que está transformando a ansiedade na doença do século XXI e o que pode ser feito para controlá-la.

Quando a ansiedade passa a ser um problema?

Considera-se que um indivíduo é ansioso quando ele passa a sentir esta angústia de forma exagerada ou sem motivo aparente.
Por exemplo, é comum ficarmos ansiosos esperando o resultado de um processo seletivo, desejando que ele saia rápido para sabermos se foi positivo ou negativo.
Agora imagine que, neste tempo, a pessoa comece a sofrer por antecipação, já acreditando que não conseguiu o tão sonhado emprego e imaginando o que fará da vida agora.
Sofrer por algo que não aconteceu ou por previsões que estão em sua cabeça demonstra que a ansiedade já passou dos limites e agora é um problema de saúde mental.
Deste quadro, podem-se desenvolver problemas como o Transtorno de Ansiedade Generalizada (TAG), o Transtorno do Pânico, o Transtorno Obsessivo- Compulsivo (TOC), a Fobia Social, entre outros.
Infelizmente, o Brasil é o país com mais casos de transtorno de ansiedade do mundo, com pelo menos 10% da população sofrendo deste mal.
O contexto histórico e social em que vivemos contribui para que cada vez mais as pessoas apresentem os sintomas da doença, já que temos uma rotina corrida, estamos em um momento de instabilidade econômica e não nos sentimos seguros.

Quais são os principais sintomas?

Para saber identificar se você ou alguém próximo está desenvolvendo algum transtorno da ansiedade, procure identificar a manifestação de alguns destes sintomas:

  • Sentir-se constantemente tenso, irritado e/ou preocupado com algo que não aconteceu;
  • Não conseguir controlar seus pensamentos;
  • Ter dificuldade para se concentrar;
  • Apresentar problemas para dormir;
  • Sudorese;
  • Boca seca;
  • Tremores;
  • Pernas e braços constantemente agitados;
  • Palpitações;
  • Falta de ar;
  • Diarreia;
  • Náusea;
  • Dores na barriga.

Como tratar a ansiedade?

De modo geral, há três condutas médicas para controlar a ansiedade:

  • Psicoterapia: encontros semanais, individuais ou em grupo, com o psicólogo são essenciais para identificar quais são as fontes cotidianas de ansiedade. Este profissional o ajudará a desenvolver mecanismos de controle do problema;
  • Medicação: dependendo do nível de ansiedade, o paciente também deve passar por tratamento médico no qual o psiquiatra receita remédios ansiolíticos para diminuir alguns sintomas do transtorno.
  • Hábitos saudáveis e relaxantes: Paralelamente ao tratamento com profissionais da área da saúde, recomenda-se que o paciente inclua em sua rotina atividades que ajudem a diminuir a ansiedade, seja relaxando a mente, como mantendo-a afastada de pensamentos ansiosos. São comuns: a prática de yoga ou meditação, mas também a musculação, a ginástica, a corrida e danças em geral.

Sinta-se à vontade para entrar em contato com a Clínica Prisma. Lá você encontrará o atendimento de que necessita para tratar o problema e obter de volta a sua qualidade de vida. Ficaremos felizes em ajudá-lo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui