Você sabia que existem diferentes tipos de ansiedade?

0

Devido ao modo de vida frenético que levamos, vivemos em uma sociedade propensa a desenvolver diversos problemas em torno de ansiedade. Tudo precisa ser no momento, e tentamos sempre agilizar ao máximo nossas tarefas cotidianas. Contudo, você sabia que existem diferentes tipos de ansiedade? Para saber mais, leia sobre o assunto.

O que é a ansiedade?
A ansiedade é um estado que normalmente se associa a uma preocupação excessiva com o que pode ou não vir a acontecer. Ela é um mecanismo de defesa do nosso corpo, o qual tem o intuito de fazer com que fiquemos atentos a possíveis ameaças ou situações de desconforto.
Esse mecanismo é uma reação natural do organismo. Quando estamos sob o estado de ansiedade, diversos hormônios são liberados, nos preparando para uma reação rápida ao que está por vir.
O problema se dá quando essa ansiedade começa a fazer com que soframos em excesso, antecipando algo que não necessariamente acontecerá, abrindo a porta para as psicopatologias relacionadas à ansiedade.
Os sintomas mais comuns da ansiedade são:

  • Sudorese;

  • Tremores;

  • Taquicardia;

  • Dificuldade de concentração;

  • Dificuldade de respirar;

  • Medo exacerbado.

Os tipos de ansiedade
Atualmente, os especialistas nesse assunto discutem bastante essa temática, chegando à conclusão da existência de diferentes tipos de ansiedade. As mais famosas são:

   1. Ataque de Pânico e Transtorno do Pânico
Os ataques de pânico são momentos súbitos de intenso medo associados a sintomas como sudorese, taquicardia, tremores, falta de ar ou sensação de que está prestes a acontecer algo ruim. O pico de sintomas ocorre em poucos minutos.
É importante não confundir os ataques de pânico com uma ansiedade comum. Os ataques, normalmente, são irracionais, não se tratando, apenas, de ficar com medo ao se deparar com uma cobra, por exemplo.
Já os transtornos do pânico são a recorrência desses ataques de pânico. Havendo a continuidade dos ataques de pânico, o transtorno é caracterizado.

   2. Transtorno de Ansiedade Generalizada
É uma preocupação em excesso, a todo o momento, com diversos âmbitos de nossa vida: emprego, saúde, família e etc.
Muitas vezes, essa preocupação é de origem irracional, atrapalhando o nosso funcionamento social e se caracterizando como um transtorno. O indivíduo passa então a viver sob constante tensão, tendo dificuldades de realizar tarefas básicas do cotidiano.

    3. Transtorno Obssessivo Compulsivo (TOC)
É caracterizado pela repetição de ações ou rituais de maneira compulsiva. A pessoa passa repetir, exaustivamente, atos simples, como lavar a mão ao encostar em uma maçaneta ou encostar em algo sujo.
Nesse transtorno, a ansiedade é manifestada sob a maneira de ideias obsessivas e mesmo o indivíduo sabendo que essas repetições não fazem sentido, ele só consegue aliviar sua ansiedade repetindo compulsivamente esses rituais, atrapalhando seu funcionamento social, como, por exemplo, perdendo a hora de compromissos e etc.

    4. Fobia Social
Se caracteriza por um medo em excesso e persistente de situações sociais ou de desempenho. O indivíduo sofre de um intenso medo de agir de forma embaraçosa em uma situação de exposição, como, por exemplo, ao apresentar uma palestra ou ficar exposto a qualquer situação social.
Tal ansiedade pode atrapalhá-lo em situações como uma entrevista de emprego, a apresentação de trabalho, etc.

Nesse post foram exemplificados alguns tipos de ansiedade. Além deles, há outros que também atrapalham nosso funcionamento social e nos fazer viver em constante sofrimento.
Quer saber mais sobre ansiedade? A Clínica PRISMA possui uma equipe especialista no assunto. Entre em contato e marque uma visita. Teremos todo o prazer de cuidar de você e da sua família!

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui